Pais depressivos e o reflexo nos filhos.

Atualizado: Ago 19

Se você tem filhos, sabe que criá-los é um desafio diário. Pais com depressão tem ainda mais dificuldades.


A Depressão nos pais& pode causar sérios danos no desenvolvimento de uma criança. Quando os pais lutam contra a depressão, a educação dos filhos fica mais complicada, pois o sofrimento dos pais está entre fatores de risco para o desenvolvimento de transtornos mentais nos filhos. É comum que filhos de pais com depressão desenvolvam sintomas como ansiedade, tristeza, insegurança e baixa auto estima.

A exposição de crianças aos sintomas da depressão dos pais não se limitam apenas ao aparecimento de comprometimentos psicológicos, os sintomas depressivos dos pais criam estresse ambiental adicional como problema conjugal, divórcio ou perca do emprego, trazendo um prejuízo financeiro a família e comprometendo questões como a alimentação, educação, saúde e o lazer.

Quando as crianças crescem com pais depressivos há uma predisposição para desenvolverem os seus próprios problemas comportamentais ou emocionais, grande parte dos casos clínicos envolvendo crianças com problemas psicológicos, tem uma relação com o sofrimento pais. O estresse adicional que as crianças sofrem, pode piorar a depressão dos pais, sendo assim, a depressão dos pais pode se transformar em um ciclo duradouro de resultados negativos para toda a família.

Os pais que sofrem de depressão sabem que seus sintomas afetam os filhos, mas encontram dificuldades de fazer mudanças por conta dos sintomas da doença. Além disso, os modelos de pensamentos negativos e a desmotivação, fazem os pais pensarem que realmente são horríveis, perdendo a autocrítica da qualidade do relacionamento com as crianças.


Pais que apresentam baixa disposição decorrente da depressão, apresentam dificuldade para cuidar das necessidades básicas dos filhos, comprometendo a experiência do cuidar e propiciando um ambiente fragmentado e negligente.

As crianças dentro desse contexto são forçadas a desenvolver mecanismos de enfrentamento, que as mantém em um movimento estressante. Mães com depressão tendem a não promover o apoio quando a criança esta precisando de atenção imediata perdendo o movimento natural do cuidado materno. Os mecanismos de enfrentamento de uma criança podem variar dependendo de qual dos pais sofre de depressão.

O que os pais com depressão devem fazer?


Quando se está com depressão, o cenário parece não ter mais jeito, mas há maneiras de encontrar ajuda e tratamento para a depressão, e fornecer soluções para que seu filho consiga lidar com as falhas provenientes da doença.

Peça ajuda profissional

Penso que os pais podem se beneficiar de orientações sobre como cuidar dos filhos com eficiência, e não apenas sobre como administrar seus próprios sintomas. Um profissional pode ajudá-lo a entender o comportamento típico das crianças e promover uma instrução sobre como propiciar um ambiente favorável para remediar, os problemas causados por seus sintomas. Essa visão de tratamento se estende para toda a família.


Obtenha ajuda para seu filho

Um psicólogo que entenda o mundo da criança pode promover alívio diante do sofrimento desencadeado pelo transtorno dos pais. A psicoterapia adequada pode melhorar os problemas da criança, quebrando ciclos negativos que pioram a depressão dos pais.




Se você está sofrendo com a depressão, a vida pode parecer esmagadora, especialmente se você é responsável pelo bem-estar dos filhos. Sintomas depressivos necessitam de tratamento adequado, a psicoterapia oferece uma riqueza de benefícios comprovados, podendo ser conciliada com a orientação médica.

Ao procurar ajuda, você perceberá que há possibilidades de cura para o seu sofrimento, e que a dinâmica com seus familiares pode se tornar mais prazerosa, propiciando um ambiente saudável e positivo.


WILLIAM LINO FELIS

Psicólogo CRP: 06/140742


https://www.realitypsicologia.com.br/psicologo-william-lino


644 visualizações