Psicoterapia em casos de luto.

Atualizado: Jul 15

Perder uma pessoa que ama pode ser duro, algumas pessoas jamais superam essa situação.


A psicoterapia para casos de luto é ideal para ajudar pessoas que estão enfrentando o sofrimento de perder a pessoa amada. Consiste em ampliar os mecanismos de enfrentamento, oferecendo um ambiente protegido e sem julgamentos, guiado por um psicólogo com experiência sobre o assunto.


O luto desencadeia, na grande maioria das pessoas, a tristeza, o arrependimento, a culpa e a raiva. Uma série de emoções confusas e fortes vem à tona, por isso, fica difícil a expressão dos sentimentos. Os comportamentos variam entre os indivíduos que estão sofrendo, podem oscilar de uma tristeza profunda a momentos de alegria ao lembrar da pessoa amada.


O processo de luto é vivenciado de maneira diferente em cada indivíduo, os fatores como a família, cultura, religião, interferem na intensidade do sofrimento. Não existe um tempo certo para o processo de luto, embora grande parte das pessoas conseguem elaborá-lo de 6 a 12 meses.


O grande desafio que se estabelece é viver em uma realidade em que o ente querido está ausente, e elaborar o sentimento de dor pela perda que nunca foi experimentado antes. Essa questão exige que se construa uma nova forma de existir e imaginar um futuro diferente de quando a pessoa amada estava perto, enquanto se mantêm em movimento.


Ficar preso a lembranças dificulta que o indivíduo enlutado se mantenha em movimento, A psicoterapia para esses casos, enfatiza o ajuste da dor com a elaboração de uma nova realidade. Assim ele adquire novos recursos para lidar com o sofrimento.


Como a psicoterapia pode ajudar?


O luto pode desencadear transtornos como depressão, estresse pós traumático, ansiedade e transtornos somatoformes, podendo atuar como um gatilho nas recaídas.


Em uma entrevista inicial, entre psicólogo e paciente, uma pessoa que se encontra em processo de luto, necessita do acolhimento e da construção do vínculo de confiança para que o enlutado não se sinta envergonhado e exponha sua dor de forma livre e honesta.


A psicoterapia em casos de luto é muito indicada. O psicólogo proporcionará um ambiente acolhedor, fornecendo o suporte para a elaboração do luto. Criando estratégias para que o paciente consiga dar conta e se adaptar a nova condição de vida.


O plano terapêutico é elaborado pelo psicólogo e edificado com a sua abordagem teórica, essa é a técnica e manejo pelo qual o profissional sintetiza o ser humano, assim possibilitará que monte um plano de ação para elaboração de questões junto ao paciente..



Contemplo que os sentimentos que vivenciamos diante do luto, dá sentido a nossa existência, porque nos lembra como a vida é preciosa. O processo de sofrer pela perda é um dos sentimentos mais saudáveis da humanidade, pois quem sofre é por que ama, só quem ama sente a perda do outro, essa empatia genuína nos torna conscientes do nosso papel social e existencial.


Precisamos falar sobre a morte de uma forma saudável, pois no mundo social atual só importa o que é belo, vistoso, rico e saudável. Essa será a maneira ideal de promover um projeto preventivo para as próximas gerações.


Se você perdeu alguém ou algo que ama e está sofrendo, entre em contato com um psicologo(a).

Psicólogo responsável:

William Lino Felis

Crp:06/140742

https://www.realitypsicologia.com.br/psicologo-william-lino


149 visualizações