Ressignificando a Vida Durante a Quarentena

Em função da pandemia de COVID-19, pessoas do mundo inteiro foram obrigadas a ficar recolhidas em suas casas, sem poder sair com os amigos e sem poder visitar os parentes mais próximos. Tudo isso para que todos pudessem ficar mais protegidos, para evitar o contágio e transmissão do vírus.

Essa a quarentena que já dura 120 dias e nos impõe um severo distanciamento social têm sido a origem de muitos desequilíbrios emocionais e muita ansiedade para algumas pessoas. Somos, por natureza, seres sociais - nascemos para viver junto de outras pessoas, interagir com elas, trocar experiências e afetos.

A tecnologia nos ajuda a manter o contato, mas não há nada que substitua o contato, o olho no olho, um carinho, um abraço...

No atual cenário, nossas necessidades sociais mais básicas ficaram seriamente comprometidas e nem todos sabem lidar com isso; até porque não é fácil mesmo!

Quando a relação com os outros não é possível, olhar para dentro é inevitável e nem sempre confortável. Isso nos coloca diante da oportunidade de ressignificar aspectos da nossa vida que nos incomodam.



Mas, afinal o que é ressignificar?

É aprender a dar novo sentido à vida! É exercitar um novo olhar sob aspectos da vida que pesam e incomodam e transformá-los em algo mais leve e positivo.

É uma oportunidade de olhar para os aspectos “negativos” da nossa vida e poder vê-los sob um novo ângulo, uma perspectiva construtiva que nos ajude a enfrentar os desafios da vida.

Qual a importância dessa transformação que vem com o exercício da ressignificação?

Em primeiro lugar, passamos a entender que somos os protagonistas de nossas vidas e podemos utilizar as experiências negativas como aprendizados valiosos. Esse entendimento mobiliza nossas forças para continuar a jornada, sem vitimismos e sem reclamações.

Essa nova postura diante da vida é mais leve e nela há espaço para a esperança, aliada tão importante nesse momento de tantas incertezas quanto ao futuro e ao “novo normal” que virá no pós-pandemia.



Como podemos começar a ressignificar nossa vida?

Que tal começarmos fazendo as pazes com o passado? Olhar para ele e ver o quanto aprendemos com as situações que consideramos “negativas”, ver como esses aprendizados contribuíram para o nosso crescimento pessoal, emocional, profissional...

Outro passo importante é honrar e respeitar a nossa história, valorizar todas as nossas experiências, os desafios enfrentados, os obstáculos superados e as conquistas obtidas até o momento. Entender que somos o resultado de toda essa trajetória e possuímos os recursos necessários para a continuarmos a trilhar o nosso caminho.

Conhecendo o potencial que já possuímos, é importante perder o hábito de reclamar e olhar para frente, estabelecer metas para as diferentes áreas da nossa vida e seguir em nossa caminhada, sem pressa, mas com determinação, afinal já estabelecemos as metas!


Psicóloga Jocely Santos Figueiredo CRP: 06/36671


https://www.realitypsicologia.com.br/psicologa-jocely-figueiredo


Fontes:

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/metro/tecnologia-e-aliada-para-lidar-com-isso


https://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-e-psicologia/ressignificar-liberte-se-de-coisas-pesadas-e-negativas/lamento-e-encurtar-distancias-1.2227865